A Rede de Referenciamento no Apoio à Reintegração de Brasileiros Retornados, parte do projeto Mecanismo Complementar Comum para uma Reintegração Sustentável no Brasil (SURE), ganhou seis novos parceiros.

São 20 membros formalizados nos principais estados de retorno no Brasil – São Paulo, Minas Gerais e Goiás -, além de Espírito Santo, Paraná, Paraíba e Distrito Federal. Mais parceiros – a exemplo de prefeituras, governos estaduais. universidades, entidades privadas e ONGs – poderão fazer parte da Rede.

A rede atua de forma coordenada, propiciando aos migrantes acesso a vários serviços como orientação assistencial, apoio psicossocial e socioassistencial, acesso ao mercado de trabalho e assistência jurídica.

Confira a lista de parceiros atuais da Rede:

  • Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude (ASBRAD)
  • Associação Franciscana de Solidariedade (SEFRAS)
  • Cáritas Brasileira Regional Paraná
  • Cáritas Brasileira Regional Espírito Santo
  • Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante (CDHIC)
  • Defensoria Pública da União – São Paulo
  • Instituto Félix Guattari
  • Instituto DH: Pesquisa, Promoção e Intervenção em Direitos Humanos
  • Laboratório de Estudos sobre Trabalho, Cárcere e Direitos Humanos (UFMG)
  • Movimento Integrado de Saúde Comunitária (MISMEC)
  • Observatório da Migração Internacional do Estado de Minas Gerais (OBMinas)
  • Observatório das Migrações em São Paulo/UNICAMP 
  • Projeto Ponte
  • Projeto Resgate
  • PROVIDENS – Ação Social Arquidiocesana
  • Serviço Pastoral dos Migrantes do Nordeste
  • Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social de Minas Gerais (SEDESE)
  • Secretaria Municipal de Assistência Social de Goiânia
  • Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Governador Valadares
  • UNIPSICO Uberlândia