No âmbito do projeto Mecanismo Complementar Comum para uma Reintegração Sustentável no Brasil (SURE), a OIM organizou uma oficina de formação de formadores e criou a rede de referenciação no apoio à reintegração de brasileiros retornados. A consultora Graziella Rocha, da Associação Brasileira de Defesa da Mulher e da Infância da Juventude (ASBRAD), comentou a importância do evento e a atuação da ASBRAD. Sediada em Guarulhos, São Paulo, a ASBRAD desenvolve projetos de apoio a vítimas de violência doméstica e sexual, vítimas do tráfico de seres humanos, idosos vítimas de violência, além de promover iniciativas de execução de medida socioeducativa aplicadas a adolescentes em conflito com a lei e de defesa das crianças e adolescentes.